Número de Brasileiros querendo abrir negócios na Flórida aumenta em 40%

O “Estado do brilho do Sol” tem feito os olhos de muitos empresários brasileiros brilharem também. Se o Brasil está em crise, os Estados Unidos parecem aos donos de empresas um mercado muito mais próspero. Esse pensamento tem feito a busca por negócios no exterior crescerem de forma rápida.

Segundo a Câmara de Comércio Brasil Central Flórida (CFBACC), órgão responsável por conectar empresários e entidades americanas, o número de brasileiros querendo abrir negócios na Flórida aumentou 40% nos últimos três meses. Os principais setores de investimento são a construção civil, TI, o setor imobiliário e o de alimentação.

Com essa enxurrada de investidores animados, parece até que é tudo muito fácil, mas é preciso planejar muito bem para não cometer erros e correr o risco de fracassar. Nem sempre basta ter dinheiro e criatividade – a mudança para os EUA é burocrática, a começar pelo visto EB-5, necessário para ter residência permanente por lá. Só o processo para conseguir o documento custa meio milhão de dólares (e com a cotação da moeda americana nas alturas, isso é uma pequena fortuna em reais) e pode demorar até um ano.

Investimento que vale

Mas o investimento pode valer a pena. Essa reportagem publicada no jornal americano para a comunidade brasileira “Nossa Gente”, mostra que existem empresas comandadas por brasileiros crescendo vertiginosamente e abrindo várias frentes de trabalho. Há exemplos disso em lojas, supermercados, salões de beleza e restaurantes.

As cidades turísticas, como Orlando e Miami, são as mais visadas pelos investidores. A ida de brasileiros para a Flórida tem tornado o mercado dinâmico. Como milhares de sul-americanos moram lá, os clientes em potencial já estão mais do que familiarizados com marcas e produtos brasileiros.

Se antes o perfil do brasileiro que ia para os Estados Unidos era o de pessoas em busca de oportunidades para ganhar dinheiro e voltar para casa para investir no Brasil, hoje o intuito é abrir o próprio negócio e se estabelecer no país. Certamente a crise econômica e política que nos assola é o principal fator de influência para que isso ocorra, mas é fato que os brasileiros também estão ajudando o desenvolvimento econômico da Flórida. De acordo com o Beacon Council, entidade de fomento a investimentos, cinco bilhões de dólares por ano são movimentados graças às empresas e ao trabalho dos nossos conterrâneos que estão tentando a vida por lá.

 

JHM Máquinas na Flórida

Entre os dias 18 e 19 de Novembro acontece na Flórida a SouthPack, feira do setor de embalagens que trará mais de 300 expositores e 3 mil profissionais da indústria. A JHM Máquinas estará presente em ambos os dias do evento. Venha visitar nosso estande!

SPack_4c