Data de validade: Determinando e aplicando a informação na embalagem

data de validade e embalagem
Autor: JHM Máquinas | Publicado: 08 abril 2021

Quando um consumidor compra um produto nos pontos de venda, uma das informações vitais para a compra é a data de validade. É o que determina se o alimento está próprio para o consumo ou não, evitando diversos problemas tanto para o cliente quanto para a empresa fornecedora. Mas como esse detalhe é determinado e exposto na embalagem?

A data de validade vem impressa nas embalagens junto com outras informações, sendo comuns a data de fabricação e o lote. Para alguns produtos, há alguns fatores que influenciam a vida útil, como o manuseio e a forma de conservação – exposição ao sol, refrigeração, temperatura adequada, consumo após aberto etc.

Todos os dados referentes ao consumo e manuseio devem ser informados e são obrigatórios por lei. Além disso, devem estar expostos de forma clara e fácil de ser visualizada. São poucos os produtos alimentícios que não necessitam ter a data de validade, como o sal, o vinagre e o açúcar, que não são perecíveis.

Como definir a data de validade

Para definir a data de validade do seu produto, você deve verificar algumas características importantes para o consumidor. O alimento deve estar apto para o consumo, mantendo as propriedades nutricionais e as informações declaradas no rótulo da embalagem.

Saber como se comportam essas propriedades é essencial e, por isso, deve-se, no mínimo, estudar as informações científicas disponíveis acerca do produto. Mas a melhor forma de determinar a data de validade é ter a própria equipe de testes para fazer a avaliação. Isso porque pode haver variáveis durante a fabricação, como os conservantes ou produtos químicos utilizados como ingredientes.

Regras de aplicação da data de validade na embalagem

A informação sobre a data de validade segue alguns padrões de mercado. Além de ser importante adicionar à embalagem ou rótulo as informações que influenciam no prazo de vida, a forma como os dados específicos serão dispostos também pede atenção.

Para alimentos e produtos que duram até três meses, exige-se que o formato de data de validade e fabricação inclua pelo menos dia e mês. Já alimentos que ultrapassem esse prazo podem informar mês e ano. No entanto, o formato mais utilizado inclui dia, mês e ano.

O lugar onde a data de validade será exibida varia e pode ser escolhida de acordo com o produto. Potes e enlatados costumam ter a informação aplicada na tampa ou parte superior. Já as embalagens em formato de saco, como salgadinhos e castanhas, costumam ter um espaço específico na no lado de trás. Muitas vezes há inclusive uma espécie de selo branco que leva a informação.

Não há especificamente uma regra para onde será aplicada, realmente dependendo do produto, com uma única exceção. A data de validade precisa estar em um campo bem visível.

A aplicação pode ser feita manualmente, através de estampas e selos, ou por máquinas próprias para a tarefa em processos automatizados.

Quer saber como automatizar a impressão da data de validade?

Confira no nosso checklist
“Equipamentos de embalagem e produção em passo a passo”
 as principais máquinas para realizar essa tarefa!