3 dicas para começar um negócio no ramo alimentício

Começar um negocio
Autor: admin | Publicado: 17 janeiro 2019

Nesses tempos de crise e dificuldade para se recolocar no mercado de trabalho, muitos profissionais têm a ideia de virar autônomo. Mesmo com uma renda limitada, é possível começar um negócio e buscar a tão sonhada liberdade financeira. O setor alimentício é uma opção que permite investir com mais facilidade.

Você com certeza vai precisar de um capital inicial, mas é possível conseguir investimentos através de empréstimos bancários, captação de recursos ou mesmo com amigos e parentes. O mais importante é ter uma base para começar e inteligência e empenho para fazer acontecer.

Saber empreender e administrar os recursos são a base para começar um negócio com sucesso. Mas em que tipo de empreendimento é possível investir? Confira algumas dicas de negócios alimentícios a seguir!

1. Alimentos congelados

A venda de alimentos e marmitas congelados é um negócio que funciona bastante dentro de uma estratégia bem planejada. Alimentos bem preparados, comida saudável e fitness ou simplesmente pratos suculentos e saborosos podem conquistar diferentes tipos de clientela.

Além de ser um negócio com fácil investimento – requer apenas os alimentos para os pratos e as embalagens para as marmitas – é possível fazer o trabalho da sua própria casa. Para divulgar, você pode recorrer ao boca a boca, anúncios na internet ou até murais de mercados e outros estabelecimentos.

2. Bolos, brigadeiros e doces

E quem não gosta de uma boa sobremesa para adoçar o dia? Bolos em potes e brigadeiros gourmet são algumas opções que atraem o público. Investir em sabores, cores e formatos ajudam a chamar a atenção.

Assim como nos alimentos congelados, a divulgação pode atingir vários níveis de marketing e a própria venda nas ruas também é uma opção. O investimento não requer tanto custo e a matéria-prima para fazer os doces são muito baratas. A dica é apostar em uma decoração charmosa, com embalagens atrativas e caprichadas!

3. Carrinho de sorvete / Sorveteria

Principalmente no verão e em época de calor, vender sorvetes é um negócio bastante promissor. Quem não quer se refrescar nesses dias? Abrir uma sorveteria requer certo investimento, mas você não precisa necessariamente de um ponto comercial.

Alugar um carrinho de sorvete requer um capital mais modesto para começar e, com o tempo sim, você pode cogitar expandir para uma loja atrativa. No primeiro momento, começar no carrinho é uma dica interessante, precisando apenas de quem faça os produtos e uma forma de embalagem higienizada e segura.

Importante!

Há algumas medidas que precisam ser tomadas antes de começar um negócio no setor alimentício. Cada atividade tem as suas leis regulatórias e é preciso estar de acordo. Lembre-se de verificar as leis regulatórias da Anvisa e obter autorização para circular na sua cidade se necessário!

Confira também como as máquinas empacotadoras podem ajudar no seu negócio!